musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - HOJE NOIS Tá CRUEL - PORT ILEGAL RAPPERS - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Hoje Nois Tá Cruel letra


E ae Port Ilegal chega mais sangue bom
Ai seis não acha que ta na hora de vocês fazer uns bang mais leve
Escrever umas fita menos Violenta?
Ta muito pesado Ladrão ai meu chapa
É assim que é e assim que tem que ser
Enquanto tiver sangue escorrendo pelas vielas do DF
Descaso do sistema com os irmãos da periferia
Opressão policial e gambézinho folgado pagando de pá nas barca
Aqui vai ta o Port Ilegal dando a voz em nome de todos os loucos
Meu RAP minha favela no caderno minhas tretas
Diz que nois é pesado é isso mesmo então sustenta
Firmão na caminhada bombeta e disposição
Leal com meus parceiros to pronto tô pra missão
Respeito é pra quem tem pros irmãos que sabe ter
Conceito na quebrada é só fazer por merecer
Zé Povim não sustentou o efeito que nóis causou
Conexão polícia um nove zero alô
Tem malandro apavorando aqui no bairro escuta ai
É emergência é caso serio é ai sei vai subir
As patrulha sobe a mil duas barca e oito Gambé
Mais da praça eles não passa os camburão volta de ré
Mais se os policia pega (vishi) é sem massagem
Algema o marginal neguinho de favela esse ai é mó vagal
Ai estive chega mais espanca até conta
Se o doidão não abrir o bico dessa vez nóis vai forjar
Ainda aciona a reportagem no jornal mó manchete
Mais cadê educação e incentivo pros moleque
Mó descaso mó desprezo se liga no gravatinha
Vê o neguinho no sinal e quer comprar com as moedinha
Bem no centro do Brasil no planalto central
Bem do lado dos pilantra do governo federal
Assim nóis vai pra cena ai tiozão você ta ligado
O estado é covarde e não da boi pra favelado
Então é desse jeito vamos mostra pro sistema
Maldade por maldade vamos ver se os cu aguenta
Os canhão já ta de cima e vai ser desse modelo
Chegando no arrebento seu pior pesadelo
Assalto latrocínio sequestro relâmpago
Catar o magnata na saída do banco
Ai Favela chega junto é desse naipe truta
Arrasta a nove e põe na cara do burguês Filho da Puta
Diz que eu canto apologia? Nada disso meu querido!
Porta a voz da Minha quebrada vamos ai salve bandido
Eu canto o que eu vejo o que eu vivo ai vai vendo sem hipocrisia
Eu canto é pra maloca mesmo quem conhece ta ligado
Qual que é o pé dessa bagaça
Um salve pros trafica La do morro da fumaça
É banca de favela e os moleque curti um port
As piriga paga um pau e os comédia tenta a sorte
E se quiser paga de pá Tem que pá
Pra sustentar antes da gloke canta
Então não vem com blá blá blá, por que os primo aqui é pá
Nunca vou pagar de santo!É nóis mesmo vagabundo
Liga o som Aumenta o rap
Trinca os graves e os agudos
Pode censurar boicotar meu querido
O que importa é que tem Port nos pionner dos bandidos

Hoje nóis tá cruel então traz meu canhão
Os irmão que ta fechado vem comigo no Refrão
Hoje nóis tá cruel e a quebrada é Paquistão
Os moleque é talibã pique Afeganistão

Hoje nóis tá cruel então trais meu canhão
Os irmão que ta fechado vem comigo no Refrão
Hoje nóis ta cruel e a quebrada é Paquistão
Os moleque é talibã pique Afeganistão

Da licença tio deixa eu cola nessa função
Vou sequestrar sua mente despertar sua emoção
Vai de psicológico que o crime ta pesadão
Joga a toca entope a doida e parte pra Destruição
Tem mano meio boladão batizando as quadradas
Se os palhacinho subir não erra a mira as brasa rasga
Que aqui ta mó piolho cobra engolindo cobra
Até intendo vejo a cena vacilou o crime é foda
No estralo da pistola o pensamento revoltado
O crime só aumenta e culpa é do Favelado
Não vem cata pra louco se o terror bate na porta
O governo não faz Nada e zé povim de lombra torta
Não pago de marginal né louco com os microfone
Falo ideia certa e alerto os alcapone
Nóis é louco no bagulho vamos ai por Merecer
Já não digo o mesmo do monstrinho com a PT
Cena é essa boca aberta vacilou foi pro espaço
Sem da brecha pro sistema minha Lei eu mesmo faço
Estilhaço arapuca camburão truta algemado miséria dificuldade
E mais um desempregado
Já não sabe o que fazer assistindo a TV
Vê os pano e os carango que você não pode ter
É nóis mesmo tamo junto passo o radio pros fiel
Port ilegal rappers hoje nóis ta cruel

Hoje nóis ta cruel então trais meu canhão
Os irmão que ta fechado vem comigo no Refrão
Hoje nóis ta cruel e a quebrada é Paquistão
Os moleque é talibã pique Afeganistão

Hoje nóis ta cruel então trais meu canhão
Os irmão que ta fechado vem comigo no Refrão
Hoje nóis ta cruel e a quebrada é Paquistão
Os moleque é talibã pique Afeganistão

Port Ilegal Rappers - Letras

©2003 - 2017 - musicas.mus.br